Buscar
  • Drª Lais Carvalho

Celulite: sintomas, tratamentos e causas


Celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide, que nada mais é que o depósito de gordura sob a pele. Ela se caracteriza pelo aspecto ondulado da epiderme, tipo “casca de laranja”, em algumas áreas do corpo. Afeta cerca de 95% das mulheres após a puberdade, de todas as etnias, embora seja mais comum entre as de pele branca. A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno, como nos quadris, coxas e nádegas, também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdome. A obesidade não é condição necessária para a sua existência, há mulheres magras com celulite.

Os fatores predisponentes parecem ser hereditários, tais como: sexo, etnia, biotipo corporal e distribuição de gordura. As “covinhas” da celulite ocorrem devido à saliência da gordura hipodérmica na pele. Em mulheres, o tecido adiposo da hipoderme deposita-se em grandes feixes verticais. Esses feixes são separados por septos fibrosos perpendiculares à superfície da pele, formando, assim, câmaras verticais.

Existem muitos procedimentos sugeridos que apresentam alguma melhora imediata, mas, em geral, não são apresentados os efeitos em médio e em longo prazo. Entre esses procedimentos destacam-se: a drenagem linfática, radiação infravermelha, radiofrequência, ondas de choque ou ondas acústicas e ultrassom focado. Entre os procedimentos que apresentam melhores respostas temos: radiofrequência invasiva, ácido poliláctico e subcisão. Em geral, são propostas associações desses tratamentos com exercícios físicos e dieta adequada, que, sem dúvida, são importantes para saúde geral. É preciso ressaltar que nenhum tratamento para celulite e flacidez funciona sem alterações nos hábitos alimentares e no modo de vida. É preciso reduzir o consumo de açúcar e gorduras, tomar muita água e praticar exercícios físicos, como os aeróbicos, que ajudam na redução da gordura corporal, ou a musculação, que auxilia para a firmeza para a pele. Concluindo, o tratamento da celulite é muito difícil e precisa ser realizado com a combinação de tratamentos e grande adesão do paciente à mudança de hábitos e de estilo de vida. É preciso cuidado com a imensa propaganda de produtos e “aparelhos” com promessa de resultados milagrosos, em geral de custo elevado e eficácia muito variável.

0 visualização

© 2018 Lais Carvalho. Todos os direitos reservados.