Buscar
  • Drª Lais Carvalho

Eczema: Conheça os tipos e seus sintomas

Pode-se distinguir o eczema em dois tipos: o eczema de contato e o eczema atópico. A irritação do primeiro tipo é causada por agentes irritantes, como sabonetes, joias e cosméticos. Já o segundo tipo é desenvolvido no início da infância e é mais comum aparecer em quem já possui um histórico da doença na família.

Eczema atópico

Dermatose mais frequente em crianças, o eczema atópico é uma doença crônica, que causa muita coceira e evolui por crises. De origem hereditária, esse tipo de eczema não possui uma causa concreta e não é contagiosa.

Eczema de contato

É estimado que 2% a 6% da população possui esse tipo de eczema que, como explicado acima, é causado por diversos agentes irritantes que ficam em contato constante com a nossa pele. O eczema de contato é de foro alérgico e não é contagioso. É importante ressaltar que na fase de sensibilização, isto é, logo no início que há o contato, não há manifestação da doença, mas após alguns contatos, ela pode se desenvolver.

Quais são os sintomas do eczema?

Os sintomas da doença variam de acordo com o seu tipo e da sua frequência. Alguns sinais da doença são: Vermelhidão, coceira, bolhas, inchaço, descamação, crostas e feridas. Após inúmeras coceiras, a pele pode se tornar escura e grossa.

Quais são as causas do eczema?

As causas da doença não são totalmente esclarecidas, mas sabe-se que o fator genético influencia no tipo atópico e substâncias irritantes influenciam no tipo de contato. As pessoas predispostas a essa doença acabam sofrendo com a inflamação da pele e precisam se adaptar a convivência com essa situação que desencadeia sem mais nem menos. Alguns casos são mais controláveis que outros, mas o devido tratamento ajuda a espaçar as crises e a minimizar os sintomas.

Qual o tratamento para eczema?

A ajuda médica é fundamental para descobrir qual é a causa do eczema e, assim, poder ajudar no tratamento. São vários tipos de tratamento e, entre eles, constam: Pomadas hidratantes ou óleos de banho; Pomadas ou loções a base de ureia; Antissépticos são indicados para eczemas agudos; Anti-histamínicos por via oral; Corticóides tópicos; Imunomoduladores; Fototerapia através de luz ultravioleta ou UVB.

Antes de fazer o uso de qualquer medicamento, consulte o seu dermatologista. Ele saberá te indicar qual o melhor tratamento para o seu caso.

0 visualização

© 2018 Lais Carvalho. Todos os direitos reservados.